Cães acorrentados – Conheça o Problema

Cães acorrentados ainda se trata de algo muito comum nos dias atuais

Esse tópico se trata de algo polêmico , porém certamente não devemos deixar de falar desse assunto tão importante.

Deixar cães presos se trata de uma grande crueldade para esses animais , pensando nisso resolvemos criar esse artigo mostrando os principais malefícios em manter cães acorrentados.

A intenção desse texto certamente não seria acusar os leitores por essa prática, mas mostrar os principais danos que isso pode ocorrer na relação com os cães de estimação.

Os principais malefícios ao deixar o seu cão preso

Acorrentar o animal pode causar danos físicos

Quando se mantem um acorrentado, o animal pode fazer força contra a corrente podendo machucar seriamente o pescoço.

Cães acorrentados contam com dificuldade para locomoção, certamente esse fato pode atrapalhar o animal na hora de usar correntes mais logas em passeios.

Devido ao problema de mobilidade, o animal pode desenvolver problemas motores em seus membros.

Cães que ficam acorrentados são agressivos

Manter cães acorrentados faz com que o animal fique estressado e desenvolva episódios de agressividade cada vez maiores .

Um cão preso pode desenvolver episódios de agressividade devido a falta de interação com humanos e outros animais.

A depressão também pode atingir o animal

Os cães também podem desenvolver depressão, podendo recusar a comida e água, esse fato pode trazer problemas físicos ao animal.

A depressão em cães podem trazer diversos tipos de outras patologias que podem agravar ainda mais a saúde do animal.

Aumenta o risco de ataque em humanos e outros animais

Como falado anteriormente cães acorrentados podem se tornar mais agressivos, consequentemente trazer risco de ataques a humanos e outros animais.

Muitos casos de acidentes em residências , estão ligados ao hábito de manter um cão acorrentado.

Nunca posso deixar meu cão acorrentado ?

Deixar seu cão acorrentado eventualmente se trata de uma atitude totalmente normal.Existem casos que o ambiente precisa passar por faxinas , visitas de pessoas que não se dão bem com cães e outros fatores comuns.

O ideal é saber moderar o uso desse hábito para não comprometer a saúde do seu melhor amigo.

Existem casos que tutores não conseguem deixar o animal mais pacifico depois de passar uma longa data acorrentado

Nesses casos o ideal é se manter alerta e acostumar o animal a ficar solto com mais frequência. Em alguns casos o animal pode mudar para positivo o comportamento, porém também não podem apresentar mudanças.

Se o seu cão de estimação manter o comportamento agressivo, existem profissionais capacitados para poder reverter esse tipo de situação.

Esteja sempre atento aos sintomas do seu animal de estimação e comunique diretamente a um médico veterinário de sua confiança.

Alguns serviços dependem de agendamento, consulte-nos.

Não há comentários ainda.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.