Conheça mais sobre a depressão em cães

Você já ouviu falar na depressão em cães?

A depressão não é uma doença ligada apenas ao ser humano, os cães também podem passar por esse tipo de problema com frequência.

A depressão em cães pode ser ocasionada por diversos fatores comuns na vida do seu pet. Saber lidar com comportamentos e mudanças na vida do animal pode ser uma ótima alternativa para evitar esse tipo de problema.

Até pouco tempo , muitos estudiosos de diversos países, consideravam a depressão canina como um verdadeiro mito na medicina veterinária.Com o passar dos anos , estudos mostram que a patologia psicológica é real e merece a devida atenção de tutores e profissionais veterinários.

São alguns sintomas da depressão em cães

  • Mudanças bruscas de comportamento;
  • Não responde aos comandos verbais;
  • Automutilação;
  • Perda de apetite;
  • intolerância ao toque físico;
  • Falta de interesse nas atividades comuns

Alguns fatores que podem ocasionar a depressão em cães:

Mudanças de ambiente

A mudança de ambiente pode se tornar um grande fator que pode ocasionar a depressão em cães. Os cães são muito apegados ao seu território , a separação pode ser considerada uma grande perda para o animal.

Separação do dono e outros amigos pets

Os cães são animais muito apegados aos seus donos e seus companheiros pets , o rompimento dessa relação pode trazer o transtorno para a vida do animal.
Estudos mostram que 70% do caso de depressão em cães estão ligadas a perda de relações afetivas do animal.

Inclusão de outro animal na família

Em alguns casos o cão pode se sentir sozinho e “trocado” por outro animal incluso na família. Nesse caso é muito importante manter a atenção necessária para satisfazer as necessidades emocionais do animal.

Cão preso ou acorrentado

Cães acorrentados ou presos podem também desenvolver depressão, esses animais devido ao isolamento podem desenvolver tristeza profunda e ocasionar outros tipos de problemas emocionais.

Perda de atividade e liberdade

Cães que ficam sem fazer atividades como passeios e brincadeiras correm bastante risco de desenvolver depressão canina.Alguns cães ativos após período de recuperação de doenças ou traumas , também são comuns desenvolverem a depressão em cães.

Tratamento para a depressão em cães

A depressão em cães pode ser revertida com um suporte profissional adequado, questões comportamentais podem ser mudadas , juntamente com o uso de medicamentos.

A indicação de medicação deve ser adequada de acordo com o grau da depressão canina, muito importante os tutores não optarem pela automedicação.

Esteja sempre atento aos sintomas do seu animal de estimação e comunique diretamente a um médico veterinário de sua confiança.

Alguns serviços dependem de agendamento, consulte-nos.

Não há comentários ainda.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.